Benefícios do favo de mel

Favo de Mel é tudo de bom
Imagem do favo de mel, repleto de nutrientes

Você sabe quais são os benefícios do favo de mel, e como podemos consumi-lo?

O favo de mel é a estrutura hexagonal de cera de abelha que forma o interior das colmeias. Sua função é armazenar o pólen e o mel das abelhas. Geralmente, o favo contém o mel em sua forma mais pura.

O mel puro do favo apresenta ainda mais benefícios do que o mel comercial, visto que não passa pelos processos de filtragem e, em algumas marcas até a pasteurização. (O mel da Coofamel é um mel de confiança e não precisa passar por pasteurização)

Além disso, é possível comer o favo de mel inteiro. Desse modo, a cera das abelhas pode ser mastigada e também é benéfica à saúde. Confira, a seguir, alguns dos benefícios do favo de mel.

1) O favo de mel é rico em vitaminas, enzimas, pólen e antioxidantes

O mel puro presente no favo contém as vitaminas C, B6 e B12, A, E e D. Cálcio, ferro, magnésio e Zinco também estão presentes. Por ser puro e não-filtrado, e também por não passar por pasteurização, o mel contido no favo contém maiores quantidades desses nutrientes, se comparado aos méis mais comerciais.

2) O mel do favo é protegido e pela cera das abelhas

O mel, ainda envolto pela cera natural das abelhas, conserva melhor os seus nutrientes. Sendo assim, se mantém puro, delicioso e saudável.

3) O consumo do favo de mel ajuda a fortalecer a imunidade

O favo de mel é reconhecido por ser uma rica fonte de antioxidantes. Além disso, as vitaminas e minerais, bem como suas propriedades antivirais e antimicrobianas, o resultado é um alimento natural que ajuda a fortalecer o sistema imunológico.

4) O favo de mel ajuda a prevenir doenças respiratórias e aliviar tosses e resfriados

Estudos demonstraram que o mel limpa as vias respiratórias e forma uma camada protetora. Dessa maneira, o mel é um grande aliado no tratamento de gripes e resfriados.

Visto que também pode carregar pólen, o mel pode ser útil no tratamento de rinites alérgicas, ao acostumar o corpo a pequenas quantidades do pólen gradualmente, treinando o sistema imune.

5) O consumo do favo protege o fígado

Um estudo com 24 participantes demonstrou que o mel também causa efeitos positivos no sistema hepático. Neste estudo, uma mistura com álcoois de cera de abelha foi administrada diariamente a pessoas com doenças hepáticas.

Em seguida, 48% dos participantes melhorou dos sintomas, que envolviam dores abdominais, inchaço e náuseas. De modo semelhante, em 28% dos casos, o fígado se recuperou também em termos funcionais.

Procure sempre produtores confiáveis

O favo de mel é, portanto, tudo de bom! Mas é necessário procurar sempre consumir mel de produtores confiáveis, que valorizam a sua saúde e prezem pela alta qualidade e segurança alimentar.

Você já experimentou o favo de mel inteiro? Conte sua experiência abaixo, nos comentários!

Deixe um comentário