Conservação do Mel

You are currently viewing Conservação do Mel
Como cuidar para que o mel fique bem conservado por muito tempo

O mel é um alimento natural conhecido pelos inúmeros benefícios que pode trazer à saúde. Sua composição química favorece um longo período de conservação, uma vez que contém alta concentração de açúcares, pH baixo e baixo teor de umidade.

Por quanto tempo o mel pode ser conservado?

Um mel de qualidade bem conservado pode manter suas características por décadas. Para tanto, é necessário fechá-lo em um recipiente hermético e seguir algumas recomendações que veremos a seguir.

Normalmente, o prazo de validade do mel vendido nos mercados é de 2 anos, por conta de motivos práticos. Após esse período, pode haver, por exemplo, alterações em sua consistência, coloração, aroma e sabor.

No entanto, é importante observar sempre o grau de pureza do mel, já que a adição de água ao produto final (ou a presença de impurezas) pode alterar suas características de conservação. Portanto, procure sempre um mel de procedência e sem quaisquer misturas, de modo a desfrutar de todos os seus benefícios.

Como armazenar corretamente o mel?

De modo a garantir a conservação do mel e suas propriedades, o recomendado é guardá-lo em um local fresco, longe da luz solar. O ideal é usar a própria embalagem na qual é vendido, mas não há problemas em utilizar jarros ou potes de vidro e de plástico.

Nesse sentido, procure evitar recipientes metálicos que possam oxidar e afetar a composição do mel. Também não é recomendado guardar o mel na geladeira, pois ele ficará mais sólido. Dessa maneira nem sempre estará pronto para o consumo na forma líquida.

Prefira recipientes que sejam bem vedados, evitando a entrada de ar.

O que é a cristalização do mel e como evitá-la?

Devido à alta concentração de açúcares, pode ocorrer o fenômeno da cristalização do mel. Se isso ocorrer, não há necessidade de jogá-lo fora. Na verdade, o mel mais puro e com menos aditivos costuma cristalizar mais rápido que os demais.

A taxa de cristalização varia de acordo com a flora de que o mel procede, bem como da temperatura de conservação do mel.

A fim de evitar a cristalização do mel, pode-se aquecê-lo em uma frigideira ou panela, de maneira leve. É necessário ter cuidado, entretanto, para não esquentá-lo demais, pois dessa maneira seu sabor poderá ser afetado.

Do mesmo modo, levar o mel ao microondas pode esquentá-lo rápido demais. Prefira, portanto, um meio de esquentá-lo de forma menos agressiva.

Evite o calor em excesso e as contaminações para a conservação do mel.

O ambiente muito quente pode prejudicar a conservação do mel. Opte por um armário longe da luz do sol e de fontes de calor como o fogão.

A temperatura ideal  é a temperatura ambiente.

É bom, também, evitar contaminações no recipiente de mel. Para isso, utilize um pote que tenha uma boa vedação. De modo semelhante, utilize sempre uma colher nova para retirar o mel do local de conservação.

Consumir o mel com a colher e levar a mesma colher ao pote novamente poderá contaminá-lo e reduzir o seu tempo de validade.

Conclusão

O mel é um produto natural que pode durar anos. Para fazer o seu mel durar:

  • Guarde-o em um local fresco, longe do sol.
  • Use potes fechados e bem vedados.
  • Não reuse a colher no pote de mel.
  • Se o mel cristalizar, leve-o ao fogo leve até que volte ao normal.

Deixe um comentário